Excelente expectativa econômica

A economia da Bahia é diversificada e próspera, é considerado o Estado mais importante economicamente no nordeste. É o sexto estado mais rico do Brasil, com o PIB 40% maior do que os outros estados do Nordeste, como Rio Grande do Norte. O Nordeste está entre as áreas de mais rápido crescimento econômico no Brasil que teve um desempenho particularmente bom durante a crise econômica, tendo a Bahia como o motor desse crescimento.

Atualmente, o sentimento dos investidores em relação a Bahia é muito forte. Muitas pessoas acreditam que este é um dos melhores momentos da história da Bahia por causa dos grandes investimentos que estão chegando dentro do Estado, já tem uma carteira de investimentos de mais de R$ 35 bilhões, compostas principalmente de investimentos privados, sobretudo em papel e celulose, energia eólica e mineração. Esses investimentos estão programados para continuar até o ano de 2015.

Excelente expectativa econômica Continua.....

O governo brasileiro acrescentou R$ 10 bilhões para os já existentes R$35 bilhões na Bahia, tendo o investimento total para o Estado, de R$ 45 bilhões. Enquanto houve um declínio no crescimento econômico do país em 2012 e a taxa de câmbio flexível afetou empresas nacionais, esses fatores não estão afastando os investidores estrangeiros.

A cidade de Camaçari, perto de Salvador, atrai muitos dos principais fabricantes do mundo - devido à sua localização estratégica no nordeste do Brasil, excelente infra-estrutura e mão de obra barata.

Os principais nomes incluem: Ford (que têm a sua maior fábrica no mundo lá), Dow Química, Petrobras (fábricas e instalações de produção em toda a Bahia); Dupont; Ambev (maior cervejaria do mundo); Firestone Pneus, Continental Pneus, Bridgestone Pneus, Pirelli Pneus, HP , Xerox, Toshiba, Magnetti Marelli, Bosch e Monsanto, para citar apenas algumas.

Estatísticas Econômicas recentes:
A Bahia é a 6 ª maior economia regional do Brasil e está atualmente entre as áreas que mais crescem no Brasil.
A Bahia tem um PIB de R$ 90 bilhões, o que representa 4,3% do Brasil e 36% do PIB do Nordeste como um todo.
A Bahia tem um PIB maior do que a Bolívia, Uruguai e Paraguai juntos.

Áreas de crescimento:
Turismo.
Álcool e açúcar.
Criação de peixes.
Produção de frutas.
Produção de flores.
Agricultura.
Construção e imóveis, principalmente em Salvador e nas áreas costeiras do norte.
Biodiesel e combustíveis da próxima geração.
Automóveis e manufatura.
Pedras preciosas, titânio, ferro e zinco.
Minerais; grandes investimentos continuam, incluindo uma recente quantia de R$ 4 bilhões em bauxita, anunciada pela líder mineradora Rio Tinto.
Exploração de petróleo ao longo da costa, com a previsão de achados significativos.

De acordo com Antônio Carlos Magalhães Neto, o prefeito de Salvador, Bahia, as capitais nordestinas agora têm economias mais diversificadas e o desenvolvimento se espalhou para o campo. Muitos migrantes nordestinos que se mudaram para São Paulo e outras áreas do sul estão voltando agora para o nordeste, explicou. Ainda assim, a diferença entre sul e nordeste do Brasil permanece. O investimento do governo pode ajudar a diminuir as disparidades entre as regiões, melhorando a infraestrutura, especialmente portos e rodovias (há um grande novo porto a ser construído em Ilhéus). Como Salvador se prepara para sediar vários jogos da Copa do Mundo de 2014, Magalhães Neto mencionou a criação da Salvador Negócios, uma agência do governo para atrair investimentos estrangeiros para a cidade, provavelmente aumentará ainda mais os investimentos para o interior.
Não encontrou o que procura? Clique aqui e entre em contato conosco.
BUSCAR IMÓVEIS NA BAHIA
NEWSLETTER
CADASTRE-SE PARA RECEBER AS NOTÍCIAS DA IBBI
REDE DE CORRETORESAdministradores Fora - Contato Somente por Email

Principais Cidades

Direitos Autorais © 2018 • Todos os Direitos Reservados